quarta-feira, 8 de junho de 2011

O Senhor X : Parte I - O começo


Conheci o senhor x, numa balada ha 5 anos atrás, levando em conta que tenho  (18 ai quem dera) 25 anos de idade e uma submissa lista de ex's , é senhores o destino nos reserva muita dor no edi   coração, bem vamos la, nessa noite aconteceu tudo de bom e ruim para vossa pessoa que vos fala ( linguagem xica da silva) .Quando cheguei na balada, ja fui praticamente vomitado, pois o cidadão que estava do meu lado no bar já estava semi nu falando besteiras, e praticamente sendo expulso ( levando em consideração que ele era muitooo gostoso), Mais o mais impressionante estava por vir, ao longo de muitas danças e curtições, nao notei mesmo que estava meio zonzo ( ah ta ) que ja estava na quarta Sminorff Ice, depois de dois red labels e  uma Sagatiba, e que meu mundo a volta girava girava ( Berenice vamos bater!!!), a salvação foi os anjos da minha vida, que cito aqui com muito orgulho,meu amigo léo e Carla. Parece ate novela mais vou contar, quando estava dançando loucamente esbarrei num cara que nunca achei que ia encontrar na minha vida, Com olhos verdes, cabelos pretos, corpo em forma de gravata e colarinho, era ele senhor x, no canto na roda de amigos cai sobre eles, beijando o chão ardentemente, e sem a minima noção onde estava, fui zombado e ajudado ao mesmo tempo."Opa! ta tudo bem ai?" foram suas pirmeiras palavras,( Dito por ele pq por mim nao lembro de nada ) e eu singelamente vomitei em seus lindo sapatos de couro.

O Banheiro.


Voces ja foram em banheiro de balada, acumulo de numeros de telefone na parece e bofes pagando pecados ajoelhados no chão pisado, uma linda cena de filme escrito por Thammy   vivencias próprias, fui levado ao banheiro e obrigado a quase beijar a pia, colocando litros de .... , enfim pra fora,  ele me seduziu falando, "Voce ta abafando na night hein?" (isso eu ouvi), e disse " è, e meu Dolce e Gabbana ja foi com o vaporeto.", tipica falas de palhaço minhas, ele sorriu e entendeu a situação.

O Bar


Ele me levou para o bar, sim ele me levou , a sua atitude me levou a querer ficar com ele por muitos instantes,  "Voce me traz um café amargo por favor? na temperatura de16º em SP,  quem uma hora dessas pede café amargo, num bar ainda, la fiz uma confissão, "Meu eu nunca gostei do Hugo" Que? quem é hugo? juro pra voces que eu nao sei, devo ter ouvido falar desse nome da boca da minha mae, mais enfim., ali estava apoiado e no momento esqueci onde estava. Posso ate parecer apaixonado, mais ali ele ficou so se fossemos um casal.

The M . O . T . E. L 


Lá estavamos, é eu sei que nao é uma coisa meio normal, mais onde se pode dormir as 6 da manha? claro que uns diriam na casa dele, mais acho que ele nao tava querendo compartilhar o meu estado de desabafos, vomitos, excitação, e tesão com a sar mae dele, entao fomo para um, ate hoje me pergunto se ele tava tirando uma com a minha cara , ou tava com pouco dinheiro mesmo, gasto na balada é claro pra pagar 30 pilas e me levar pra um quarto maravilhoso. com paredes marrom meio diarreia meio toddy, com cortinas brancas e cama com lençol  florido, ( nessa hora o café fez efeito mesmo) , mais ali ficamos, e por fim acho que voces ja sabem, pra quem nao leu o primeiro post , vai la,  è , depois dali amanheci na cama com um homem e uma questao na minha cabeça:

Quem é esse? e cadê minha Cueca???




Fui

2 comentários:

Gato Van de Kamp disse...

Mas drama que cueca nesse caso... QuerIdo no seu estado de vomitação vc queria que ele te levasse pra onde??? Hilton??? Achei ele super generoso de te levar pro motel de 30 contos... Ajoelhadinho no banheiro da boate vc já faria o serviço a altura do seu estado moral.. HAUhauHAUhauHUAHua

Tenho uma notícia pra te dar... Vc teve uma premonição... Prazer, eu sou o Hugo... Isso mesmo, meu nome é Hugo, vc há cinco anos atrás teve uma iluminação espiritual proporcionada pela bebida que te apontou pro fato de que conheceria um Hugo que ia meio q te dar uma esculhambada qdo ouvisse essa historia... Soy yo... HAUhauHAUHua

Fred disse...

Xmen!!!! Hahahaha!!!!! Adoro essas histórias póstumas... Hugz, man!